4 de set de 2009

Centro de Referência da Mulher - curso de cabeleireiro,maquiador e manicure de graça

Hoje fui conhecer o "Centro de Referência da Mulher"
localizado na R. 25 de Março .Esse é um dos locais de atendimento desse projeto maravilhoso de orientação e apoio à mulheres vítimas de violência.Eu sempre passava em frente e ficava com vontade de procurar ajuda,mas achava que seria algo parecido com um albergue,só que para mulheres.Posso garantir que é bem diferente!

Como fiquei conhecendo?

Infelizmente fui vítima de violência doméstica enquanto convivi com o pai do meu filho.Não tive coragem de fazer o boletim de ocorrência nem da primeira,nem da segunda e ,na verdade,nem nos anos seguintes.
Após a separação fui aos poucos me concientizando sobre a violência contra a mulher e todas as complexas questões envolvidas para que a agredida procure ajuda:-medo,vergonha,falta de apoio,de informação,dependência(simbiose) econômica,filhos e a própria relacão afetiva envolvida.

Ao procurar a Delegacia da Mulher (http://www.violenciamulher.org.br/ ) descobri que quase nada podia ser feito,uma vez que nunca foi feito um exame de corpo de delitoque deveria ter sido feito em qualquer hospital público e já se passara mais de 6 meses da agressão.
O lado bom de ter ido até a delegacia foi ficar conhecendo o "Centro de Referência da Mulher" onde fui muito bem atendida desde a recepção, passei por orientação com uma assistente social que me encaminhou para o atendimento psicológico com bastante rapidez.


Fiquei encantada com as diversas oficinas e cursos oferecidos( e por sinal já me matriculei num curso de "Agente Multiplicadora sobre Autonomia e Equidade de gênero" que acontece todas as terças- feiras das 13 às 17: 00hs na Faculdade Damásio de Jesus,localizada na r. da Glória,195,liberdade e ,é claro, é totalmente gratuito.
São diversas oficinas de Artes plásticas,biscuit,marketing pessoal e profissional,atendimento ao cliente,mulher no mescado de trabalho,jardinagem(ambiente interno),texturização de parede,linguas informática....e muitos outros temas!

E sem falar,é claro,dos cursos profissionalizantes:
  • cabeleireiro básico e reciclagem
  • manicure
  • maquiagem
  • inglês básico
  • fotografia
  • espanhol
  • informática
O espaço de todas as unidades é muito bem equipado,com professores competentes e comprometidos.
Aulas teóricas e práticas.
Onde os alunos podem exercitar os conhecimentos adquiridos.
Eu sabia que vocês iam amar!
Porém eu só tomei conhecimento dos "Centros de Refêrncia daMulher" aquí de São Paulo e não sei dizer se existem no Brasil todo.

Conheçam um pouco sobre o Trbalho do "Nós no Centro" onde está incluído o"Centro de referência da Mulher"

O Projeto Inclusão Social Urbana – Nós do Centro atua em duas frentes: na implantação de 7 Escritórios de Inclusão Social para a emancipação de pessoas em situação de vulnerabilidade social do centro de São Paulo e no desenvolvimento comunitário por meio dos Fóruns de Desenvolvimento Local que estão sendo implantados e que fortalecem a cultura participativa, promovem parcerias e a co-responsabilidade dos diferentes atores envolvidos. Os Escritórios de Inclusão Social (EIS) visam ampliar o acesso da população vulnerável aos serviços governamentais e não governamentais, à oportunidades de geração de renda e desenvolvimento econômico, ao atendimento social, psicológico e jurídico, aos grupos sócio-educativos, às qualificações profissionais, além de outras ações para o empoderamento de mulheres, jovens, adultos e famílias no Centro de São Paulo.

Além disso, o Projeto revitalizou espaços degradados da região central como galpões, garagens, cinemas antigos e fábricas, em diferentes distritos administrativos para a implantação dos Escritórios de Inclusão Social, dos Centros de Capacitação para Jovens, dos Centros de Referência que passam a oferecer seus serviços para as pessoas da região. Com isso, ampliou a apropriação destes equipamentos públicos pela população em situação de exclusão social. Desde a sua criação (2006), o projeto já ofereceu, principalmente aos jovens e mulheres, inúmeros cursos de capacitação profissional voltados para a revitalização dos espaços urbanos, como Zeladoria de Patrimônio, Jardinagem e Paisagismo, Montagem de Exposição de Artes e Técnicos em Espetáculos. Todos com aulas práticas e com diferentes ações de revitalização em diferentes pontos da região central de São Paulo. É uma apropriação com melhor aproveitamento e utilização do patrimônio histórico urbano da cidade de São Paulo.

O Projeto Inclusão Social Urbana - Nós do Centro visa ampliar o acesso da população considerada vulnerável, aos serviços públicos e não públicos, além de oferecer serviços e projetos que fortaleçam a geração de renda, o desenvolvimento comunitário, o atendimento social, o empoderamento de mulheres e a emancipação de famílias no centro de São Paulo. O Projeto Inclusão Social Urbana nasce com a proposta de intersetorialidade envolvendo parcerias com atores locais, empresas, governo e sociedade civil.

A cooperação técnica entre a Prefeitura de São Paulo e a União Européia já nasce de uma parceria entre diferentes Secretarias e Organizações Não Governamentais para o desenho do Projeto. As ações são implantadas pelo Projeto com a intermediação de diferentes Secretarias Municipais e por meio de parcerias com Organizações Não Governamentais.

O Projeto Nós do Centro busca fortalecer o modelo de gestão de programas de inclusão social em larga escala nos bairros centrais da cidade de São Paulo. Delimitou como sua área de atuação o chamado centro expandido da cidade de São Paulo, englobando 12 distritos administrativos, habitados por cerca de 500 mil pessoas: Mooca, Bela Vista, Santa Cecília, República, Bom Retiro, Pari, Brás, Cambuci, Belém, Liberdade, Consolação e Sé. Esses distritos, que fazem parte das subprefeituras da Sé e da Mooca possuem uma população com alta vulnerabilidade social e concentração de cortiços. Coordenado pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, o Projeto Nós do Centro conta ainda com a parceria da Secretaria Municipal de Cultura, Secretaria Municipal do Trabalho, Secretaria Municipal de Participação e Parceria e da Secretaria Municipal de Relações Internacionais, com o apoio das Subprefeituras da Sé e Mooca.

PRINCIPAIS METAS DO PROJETO NÓS DO CENTRO:

• Estabelecimento de Planos de Desenvolvimento Local de forma participativa para o distrito de atuação;
• Implantação de um Núcleo de Fomento à Inserção Produtiva;
• Desenvolvimento de Oficinas Profissionalizantes e de Geração de Renda de interesse da Comunidade e integradas ao Núcleo de Fomento à Inserção Produtiva;
• Inserir em atividades dos Escritórios de Inclusão Social ou em outros Programas sociais públicos;
• Realização de reuniões sócio-educativas quinzenais com as famílias participantes dos EIS;
• Atendimento Psicológico e Social;
• Capacitação de 4.900 jovens;
• Formação de 420 multiplicadoras (42 mil mulheres beneficiadas);
• Implantação de Programa de microcrédito para população de baixa renda;
• Desenvolvimento de metodologia para implantação do Projeto em larga escala;
• Implantação de 1 Centro de Capacitação para jovens;
• Implantação de 1 modelo de Gestão Intersetorial e de Inclusão Social para grandes Centro Urbanos.

Este é o endereço do site :
Mais informações: Centro de Referência da Mulher (11) 3106.1100
Unidade Gestora do Projeto Nós do Centro: (11) 3188.8330

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Voce gostou?Tem perguntas?Faça seu comentário:

Bem Vindo ao Blog da Penélope Beolchi!

Nesse Blog posto muitas pesquisas sobre assuntos de beleza, técnicas e novos produtos.
Para trabalhos e cursos entre em contato com minha agência que terá o prazer de atender prontamente sua solicitação.

Opa! Hair

http://opahair.4ormat.com
11 3171-0401
penelope.beolchi@gmail.com

Rua Apeninos, 689, Paraíso
São Paulo-SP
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

Total de visualizações de página